CAIMBRAS

To: <cevwushu-L@xxxxxxxxxxxxxxxxxx>
Subject: CAIMBRAS
From: "Prof. GILSMY A. M. BOSCOLO" <gamb@xxxxxxxxxxxxxxx>
Date: Sun, 24 Aug 2003 17:58:44 -0300
(AMIGOS PROFESSORES corrijam ou completem caso achem necessidade para tal)

CAIMBRAS:

Por Gilsmy Albert M. Boscolo

Na verdadeos estudos ainda engatinham para uma analise completa sobre
os processos fisiológicos que levam o individuo a apresentar contrações
espasmódicas e dolorosas dos músculos, ou seja, as famosas câimbras.
Porém posso esclarecer algumas coisas:

*SÓDIO, CLORO E POTÁSSIO
O Sódio e o cloro são comuns em todos os fluidos orgânicos
extracelulares (sangue, fluidos do espaço intersticial), enquanto o potássio
encontra-se predominantemente no interior das células. A diferença de
concentração intra e extracelular destes minerais é muito importante para a
excitabilidade das células musculares. Se uma atividade esportiva for muito
intensiva ou prolongada, (nunca se esquecendo que cada um tem uma limitação,
uma individualidade para com a carga de exercício, então o que pode parecer
fácil para um pode ser extremamente extenuante para outro) pode haver perdas
de água ou minerais, o que provoca distúrbios na contração muscular, ou
seja, por exemplo, as cãibras. No esporte é importante estar atento à perca
de cloreto de sódio (NaCl) pelo suor: em um litro de suor chegasse a perder
cerca de 2 a 3 g de NaCl !! Eu vi algumas fotos do Live que vocês fizeram em
uma fazenda, e percebi que não só no combate há esforço físico, mas
pareceu-me que havia caminhadas,etc. Se isso ocorre, o desgaste de vocês
somados ao esforço físico do combate, indivíduos que acabam por suar demais
(a temperatura pode estar profundamente associada a este fenômeno também)
deveriam ter uma dieta um pouco mais preocupada com o sal, no caso de um
atleta por exemplo (atenção paraatleta, ok!!), recomenda-se ingestão diária
de 15 a 20 g. Para as pessoas que não praticam esporte algum, 5 g diárias
seria o suficiente. Evidentemente que o potássio não está diretamente
envolvido no processo de contração muscular, mas atua como cofator de
diversas enzimas, conseqüentemente, a perca de potássio também pode
determinar perca significativa de desempenho (eacredito que ninguém quer
chegar na hora do tão esperado combate e estar "quebrado"), por isso deve se
estar atento a perca de potássio.

*MAGNÉSIO
O magnésio como o potássio ajuda no desempenho. Depois do potássio ele
é o mineral mais importante do organismo e atua como cofator (coenzima) de
250 enzimas!!!! Ele associa assim o carboidrato, proteínas e gorduras
(ácidos graxos) e tem um papel decisivo (atenção agora) na CONDUÇÃO DE
ESTÍMULOS NEURAIS (coordenação motora), SINÁPTICOS e na contração muscular,
por isso atividades muito prolongadas ou repetitivas podem levar a uma
queda da concentração sangüínea de magnésio e se não haver reposição, a uma
redução da capacidade de desempenho associada à cãibra, principalmente na
região da "panturrilha" da perna. Resultado: cãibras e fadiga.

QUERO RESSALTAR MAIS ALGUMAS COISAS:

1) Não devemos sentir muita sede. Deu sede, é beber água. Em exercícios de
longa duração e de baixa carga ou mesmo de curta duração e alga carga,
deve-se a cada 20 minutos em média, beber um copo de água. Esqueçam as
velhas lendas de que não se pode beber água quando se esta exercitando. Já
viram como só maratonistas bebem água no decorrer da prova? Então, se ele
não o fizesse, de duas uma: não chegaria ao final daprova, ou seu
desempenho seria profundamente abalado pela falta do equilíbrio hídrico
(lembrando a corredora suíça nas olimpíadas de Los Angeles). Visto que eles
sempre ingerem água mineral. Então sentiu sede, beba, claroque sempre de
forma ponderada, o excesso também pode ocasionar uma "intoxicação pela
água".

2) Para favorecer tanto o bom funcionamento do celebro como da musculatura
para um desempenho satisfatório, deve-se ingerir líquidos enriquecidos com
minerais e carboidratos (ex: sucos, bebidas preparadas, dentre outros)
tanto no treinamento quanto na competição (quando se treina com a arma em
casa e quando se esta no Live), principalmente durante os exercícios de
alongamento (que se forem bem feitos, terão em médiade 20 a 30 minutos!!) e
durante as pausas. Se fizerem isso, o glicogênio (um super açúcar no sangue)
nos músculos será mantido em picos satisfatórios, ou seja, terá energia
suficiente para terminar a prova, no caso, a brincadeira.

2) Tudo isto ajudara no encurtamento do período de recuperação.

3) Ingestão de água sem minerais, é tão errada quanto ingestão de de
minerais sem água (como os tabletes minerais). Pois aágua sem minerais é
rapidamente perdida através da filtragem renal e da urina. A água não pode
ser retida no organismo sem minerais necessários, pois faltara a pressão
osmótica. Se ingerir minerais sem água, vai se elevar excessivamente a
concentração de minerais, que conseqüentemente serão excretados pelos rins,
o que ocorre com perda d'água.

RESUMINDO-SE: Para atingirum bom desempenho, é importante que o indivíduo
tenha um equilíbrio corporal entre os 5 setores da alimentação: balanço de
calorias, balanço de nutrientes, balanço hídrico, balanço de mineral e
balanço de vitaminas e quetudo isso esteja associado a um treinamento
adequado.

**** A ingestão diária de uma banana, poderia ajudar em muinto esses
problemas com cãimbras, aliada ao bom consumo de água rica em mineral e
carboidratos. Se isso não der resultado e as cãimbras noturnas e pós
treino-evento, estiverem icomodando demais, recomendo que procurem um médico
expecialista e também um bom nutricionista, para que eles consigam através
de exames mais complexos detectar o queesta ocorrendo com o seu corpo.


Desculpe se fui longo, mas isso é muito gostoso para mim de explicar. Então
acabei me empolgando um pouco.

Bibliografia:
* McARDLE, Willian D.; KATCH, Frank I.; KATCH, Victor, L.
Fisiologia do Exercício.
Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, RJ. 4a. ed. 695 p.,
1998.

* WEINECK, Jürgen. Treinamento Ideal. Manole. Manole, São Paulo,
SP. 9a. ed. 740 p.,
1999.

* BARBANTI, Valdir J. Dicionário de Educação Física e do Esporte.
Manole, São Paulo,SP.
306 p., 1994.

Gilsmy Albert Malaquias Boscolo
        Prof. Educação Física
                 CREF - 4
       Insc. 04/0000442-g/S.P.
        gamb@xxxxxxxxxxxxxxx

<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>
  • CAIMBRAS, Prof. GILSMY A. M. BOSCOLO <=

© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.