[Cevleis-L] Decisões - Corinthins

To: cevleis-l@xxxxxxxxxx
Subject: [Cevleis-L] Decisões - Corinthins
From: Paulo Pinheiro <direitodesportivo@xxxxxxxxxxxx>
Date: Wed, 6 Mar 2002 16:22:18 -0300 (ART)
Pelé.Net 
SÃO PAULO - Derrota dupla do Corinthians nos
tribunais, na tarde desta quarta-feira. Os atacantes
Luizão e Luís Mário, representados pela advogada
Gislaine Nunes, conseguiram na Justiça o direito de se
transferir para qualquer outra equipe do futebol
brasileiro ou do exterior.
Na 12º Vara Trabalhista de São Paulo, o juiz Glemer
Pimenta Stroppa sentenciou que o Timão terá de pagar
uma indenização de R$ 5 milhões ao jogador, valores
referentes aos atrasados nos direitos de imagens e
multas sobre esses valores. "Era aquilo que
esperávamos. Não foi uma aventura jurídica, com muitos
chegaram a dizer", comemorou a advogada. 
Luizão, após ficar três meses sem receber os direitos
de imagem, entrou na Justiça no dia 18 de fevereiro.
Em princípio, além dos seus direitos federativos, o
artilheiro pleiteava R$ R$ 7.305.980,15. "A sentença
foi mais forte do que a do Juninho Pernambucano contra
o Vasco. Ele conseguiu apenas uma liminar. Desta vez,
trata-se de uma sentença de mérito", explicou.
Ainda nesta quarta-feira, o técnico da Seleção
Brasileira, Luiz Felipe Scolari, deu um recado a
Luizão. "Espero que haja um acordo entre o jogador, o
patrocinador e o clube, porque senão o atleta será
prejudicado ficando sem ritmo de jogo".
Até entrar em litígio com o Timão, Luizão era
praticamente nome certo na Copa do Mundo. Nas últimas
três partidas, o camisa nove foi o titular. Na
quinta-feira, o Brasil enfrenta a Islândia, em Cuiabá.
O destino de Luizão, segundo o seu empresário,
Francisco Todé Monteiro, deverá ser a Europa ou o
Grêmio.
Luís Mário
O atacante Luís Mário também está liberado para jogar
pelo Grêmio. O juiz da 53º Vara Trabalhista de São
Paulo, Evídio Sá, deu sentença favorável ao jogador,
que assinou contrato com o clube gaúcho no dia 4 de
fevereiro. 
"Ele tem condições de se transferir para a agremiação
que quiser", disse Gislaine, que ganhou a causa em 1º
instância no TRT (Tribunal Regional do Trabalho).
Ainda segundo a advogada, Luís Mário não precisará
pagar caução ao Corinthians. Anteriormente, a Justiça
havia determinado que o atleta, para atuar pelo
Grêmio, deveria arcar com uma indenização de R$ 4,5
milhões.
Após ficar sem contrato com o Corinthians, Luís Mário
entrou na Justiça, obteve uma liminar e assinou com o
Grêmio, equipe que defendeu no ano passado. Como os
advogados do Timão haviam conseguido cassar a mesma, o
atacante estava impedido de atuar pelo Tricolor
gaúcho.
Diante destas situações, o Corinthians perde os
direitos federativos sobre os jogadores. As decisões,
no entanto, cabem recurso. O alvinegro tem oito dias.
"Com certeza eles farão isso", finalizou Gislaine.
_______________________________________________________________________________________________
Yahoo! Empregos
O trabalho dos seus sonhos pode estar aqui. Cadastre-se hoje mesmo no Yahoo! 
Empregos e tenha acesso a milhares de vagas abertas!
http://br.empregos.yahoo.com/
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>
  • [Cevleis-L] Decisões - Corinthins, Paulo Pinheiro <=

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.