[Cevleis-L] Fw: [profissionaldoesporte] Apresentação e CPI da Renda!!!

To: cevleis-l@xxxxxxxxxx
Subject: [Cevleis-L] Fw: [profissionaldoesporte] Apresentação e CPI da Renda!!!
From: Travesso <travesso@xxxxxxxxxxxxxxxx>
Date: Fri, 01 Mar 2002 19:13:22 -0300
 
----- Original Message -----
Sent: Friday, March 01, 2002 3:16 PM
Subject: [profissionaldoesporte] Apresentação e CPI da Renda!!!

Nosso Grupo
Olá pessoal!!!

Meu nome é Flávio Marchito. Sou estudante do último ano
de Administração da UFF. Pretendo fazer minha mongrafia
de conclusão de curso em Gestão Esportiva e espero poder
contribuir com as discussões levantadas pelo grupo.

Para instigar um pouco a "turma" e seguindo a idéia
apresentada pelo Daniel Rodrigues sobre moralização do
futebol, envio notícia veiculada hoje nos principais
jornais do Rio e que, creio, a maioria já está ciente,
sobre a queda da chamada CPI da Renda. Segue abaixo a
notícia extraída do Globo OnLine

"CPI da Renda é embargada pela bancada da bola da Alerj

O futebol do Rio sofreu ontem uma das maiores derrotas
de sua história. Numa votação de duas horas, que gerou
muita discussão, a Assembléia Legislativa do Estado do
Rio de Janeiro (Alerj) decidiu ignorar as denúncias de
desvio de renda feitas por David Lima, que falsificava
borderôs dos jogos atendendo aos interesses de cartolas
da Federação. Os deputados da bancada da bola embargaram
a criação da CPI da Renda, proposta por Bernard Rajzman
(PSB).

O curioso é que a guerra contra a investigação, que
englobaria desvio de dinheiro dos jogos, a participação
de cartolas da Federação e de clubes e a ligação do
futebol com a máfia dos bingos foi encabeçada por
deputados ligados ao governo do Estado. Fato que
assustou e indignou até o presidente da Alerj, Sérgio
Cabral Filho (PMDB).

- Foi uma decisão esdrúxula. A população toda sabe que
há roubo da renda no futebol, que existem dirigentes
inescrupulosos e nós não vamos fazer nada. Fiquei
surpreso com a posição do líder do governo (José
TávoraPSC) e até do meu partido. Mas acho que o
Garotinho não tem a ver com isso - afirmou.

Além de José Távora, o ex-presidente da Suderj e
deputado Jorge Picciani (PMDB) também é acusado pela
oposição de ter liderado o lobby contra a CPI. Tudo,
obviamente, a pedido do governador Anthony Garotinho.

- Isso é uma vergonha, um jogo sórdido. O Eurico Miranda
e o Caixa D'Água (Eduardo Viana) têm dinheiro para pagar
advogados, não precisam de deputados. Não sei do que o
governo tem medo - disparou Paulo Melo, líder do PMDB.

Bernard recorre ao MP. Dinamite faz um gol contra

A CPI começou a afundar no início da sessão, já na
votação da emenda do deputado Washington Reis (PMDB),
alterando o objetivo da comissão, que passaria a
investigar apenas as denúncias de irregularidades no
Quadro Móvel da Federação. A favor dessa emenda
esvaziando a CPI votaram 31 deputados, entre eles
Roberto Dinamite. Apenas 25 foram contra e o projeto
passou a ter a emenda.

- Não vamos brincar de CPI. Desse jeito, estamos nos
retirando - esbravejou o deputado Chico Alencar, que
abandonou o plenário junto com a bancada do PT, além do
de Sérgio Cabral Filho.

O mais incrível, porém, ainda estava por vir. Na votação
final, para a aprovação do já esvaziado projeto de CPI,
os próprios deputados que haviam votado pela emenda
foram contra. E, por 33 votos a 4, acabaram de vez com a
possibilidade de investigação.

Autor do projeto de resolução que pedia a abertura da
CPI da Renda, Bernard Rajzman (PSB) estava desolado.
Consciência tranqüila por ter tentado ajudar na
moralização do futebol, não escondeu sua ponta de mágoa
pela traição sofrida pelo próprio partido, o mesmo do
governador:

- De certa forma, sinto-me traído, sim. Mas isso é uma
democracia. Ninguém quer apurar nada. Que poder é esse
que o futebol tem? - disse, pedindo que o Ministério
Público cumpra seu papel. - Espero que o MP pegue os
documentos e investigue tudo o que foi denunciado pelo
senhor David Lima.

Quem esperava uma atitude firme do deputado Roberto
Dinamite (PMDB) acabou se decepcionando. Quando o grupo
que lutava pela moralização do futebol mais precisou,
Roberto ficou do outro lado. Na primeira votação, para
aprovar a emenda que esvaziava a CPI da Renda, ele
apoiou a bancada da bola.

- Se existe um fato novo, que se investigue. O David
(Lima) fez as denúncias e era apenas em cima disso que a
CPI deveria trabalhar - justificava o deputado.

Com a emenda aprovada, Roberto votou a favor da CPI.
Mas, neste momento, o plenário estava esvaziado, a
bancada do PT já tinha se retirado, assim como outros
deputados favoráveis às investigações. "

Será que depois desta derrota, alguém mais terá coragem
de denunciar algo contra a corja que manda e desmanda em
nosso futebol?
E como é que o Sr. Deputado Roberto Dinamite, que no
episódio das tribunas se disse muito diferente do,
parafraseando o Jorge Cajuru, "Euvírus Semanda", se
presta a um papelão deste?

É por estas e outras que o futebol precisa, e rápido, de
um processo de profissionalização.

Abraços a todos,



__________________________________________________________________________
Quer ter seu próprio endereço na Internet?
Garanta já o seu e ainda ganhe cinco e-mails personalizados.
DomíniosBOL - http://dominios.bol.com.br





#PROFISSIONAL DO ESPORTE

e-mails e links úteis do seu grupo:

enviar mensagens para o grupo: profissionaldoe..@xxxxxxxxxxxxxxxxx
entrar no grupo: entrar-profissionaldoe...@xxxxxxxxxxxxxxxxx
sair do grupo: sair-profissionaldoe...@xxxxxxxxxxxxxxxxx
moderadores do grupo: moderador-profissionaldoe...@xxxxxxxxxxxxxxxxx
administrador do grupo: administrador-profissionaldoe...@xxxxxxxxxxxxxxxxx
arquivo de mensagens do grupo: http://www.nossogrupo.com.br/mensagem_01.asp?grupo=10687
página principal do grupo: http://www.nossogrupo.com.br/grupo.asp?grupo=10687
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>
  • [Cevleis-L] Fw: [profissionaldoesporte] Apresentação e CPI da Renda!!!, Travesso <=

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.