CONFEF - DENUNCIA CONTRA CREF 5 - MARANHAO

To: <cevetica-L@xxxxxxxxxxxxxxxxxx>
Subject: CONFEF - DENUNCIA CONTRA CREF 5 - MARANHAO
From: "Leopoldo Vaz" <leopoldovaz@xxxxxxxxxx>
Date: Sat, 30 Aug 2003 08:32:00 -0300
Senhores, estou comunicando mensagem - enviada ao Sr. Presidente do 
CONFEF,prof. Jorge, na quinta-feira ultima (e ate o momento, sabado, sem 
qualquier resposta, nem mesmo de recebimento e de que estaria averiguando o 
acontecido) devido aos graves acontecimentos ocorridos neste estado do Maranhao.
Desde 1981, junto com o Prof. Laercio e Prof. Lino, nos debatemos com a 
regularizaco profissional daqueles que atuam na area da educacao fisica, 
esportes e lazer - inclusive com a criacao da Associacao dos Profissionais de 
Edudcacao Fisica, Esportes e Lazer do Maranhao - APEFELMA -.
Quando da criacao do CONFEF, dei todo o apoio, como presidente da APEFELMA,na 
ocasiao, inclusive recebendo o Prof. Jorge em Sao Luis, e enviando 
representante a todas as reunios em que fomos solicitados comparecer ... mesmo 
chegando ate o rompimento - temporario - com meu amigo-irmao Lino, por causa do 
CONFEF e da regulamentacao da profissao ...
Ao longo de todos esses anos, venho aconselhando e insistindo, mesmo, para que 
os nao-graduados do Maranhao - cerca de 98% daqueles que atuam como professores 
de educacao fisica e tecnicos esportivos das escolas - se regularizem, a fim de 
resguardar seus direitos, inclusive trabalhistas ... 
e hoje, diante desses fatos - a qual espero que isolado - sinto-me traido na 
conficanca que tenho depositado nos dirigentes do CONFEF - 
esclareco que, como licenciado em educacao fisica e profesor de uma escola 
publica, nao me sinto obrigado ao registro naquele Conselho ... nem por isso 
deixo de reconhece-lo e, quando deixar a funcao de professor, o farei, pois 
pretendo continuar atuando na area, como consultor ... 
mas isso, so daqui a dois anos, ou quatro, ou sete, dependendo das decisoesde 
Lula e seus "companheiros mui amigos" - digo - correligionarios, quandoda 
reforma da previdencia - ja tenho mais de 30 anos de servico, como professor 
mas nao tenho os 53 anos - talvez 55, quem sabe, 60 ? - exigidos comoidade 
minima para aposentadoria ...
Leopoldo Gil Dulcio Vaz
from Maranhao
adminsitrado da lista de Atletismo
----- Original Message ----- 
From: Leopoldo Vaz 
To: confef@xxxxxxxxxxxxx 
Cc: Laercio E. Pereira ; laercio@xxxxxxxxxx ; GESP ; 
sedelbarreirinhas@xxxxxxxxxx 
Sent: Thursday, August 28, 2003 12:47 PM
Subject: AT. SR. PRESIDENTE - JORGE - DENUNCIA CONTRA CREF 5 - MARANHAO
Senhor Presidente do CONFEF, MD. Prof. Jorge
c/c Prof. Laercio Elias Pereira
Dr. Alim Maluf, Gerente de Estado de Esportes e Lazer do Maranhao
Secretaria de Educacao, Esportes e lazer de Barreirinhas - MA
Senhores, 
Ontem, 27/08, compareci ao cartorio do João Paulo, nesta cidade de Sao Luis - 
Estado do Maranhao -, juntamente com 19 (dezenove) profissionais de educacao 
fisica da cidade de Barreirinhas-Maranhao, para providenciar a regularizaco dos 
mesmos frente ao CREF 5. 

Aqui, em Sao Luis, houve uma reuniao entre os dirigentes esportivos dos 
estabelecimentos de ensino inscritos nos Jogos Escolares e a Gerencia de Estado 
de Esportes e Lazer - GESP -, em que fomos informaods de que so poderiam atuar, 
a partir deste ano, como tecnico de esportes, nos Jogos Escolares, aqueles que 
possuissem a carteira do Confef. 
Um dos representantes do CONFEF/CREF 5, Sr. Nasser Jadao, esteve presente na 
referida reuniao, reafirmou a necessidade do registro, especialmente paraos nao 
graduados e que o prazo, para estes, iria ate dia 30 de agosto, daqueles nao 
graduados e que estavam atuando na funcao de profissional de educacao fisica, 
ha mais de 7 anos - anterior a setembro de 1995.
Como estava representanto Barreirinhas naquela reuniao, imediantamente 
comunicquei o fato aa Secretaria Adjunta de Esportes e Lazer e a necessidade de 
os tecnicos esportivos e de lazer se regularizassem junto ao Confef. 

Na segunda-feira, foi ate Barreirinhas, levando toda a documentacao necessaria 
- requerimentos, termos de comprmisso, lista de documentos necessarios e as 
custos do registro - R$ 60,00, para o CONFEF (registro); R$ 60,00 parao CREF 5 
(anuidade 2003) e R$ 80,00 para pagamento do Carteorio = R$ 200,00 no total. 
Tomamos todas as providencias, tais como declaracoes de exercico da profissao, 
declaracao da Secretaria de educacao, da liga esportiva, e documentos pessoais 
... 
nesta quarta feira, os 19 (dezenove) profissionais se fizeram presentes, 
conforme acertado com o Sr. Nasser Jadao, junto ao cartorio do Joao Paulo, para 
o devido registrro daqueles profissionais.
Eu, Leopoldo Gil Dulcio Vaz, e o prof. Jose Maranhao Penha - professores 
deeducacao fisica do CEFET-MA - os acompanhamos. Conferi toda a documentacao, 
providenciou-se o deposito bancario das taxas exigidas, a do CONFEF e a do CREF 
5, totalizando R$ 120,00; 
O Sr, Nasser confiriu os documentos e mandou expedir a declaracao publica, 
passada em cartorio, conforme a exigencia desse CONFEF ... tudo pronto, 
certidao sendo expedida, retirei-me do local, devido aa hora - chegamos aas 
10:00 e ja eram 13:00 -, pois tinha outros compromissos. Faltava apenas o 
pagamento da taxa de expedicao da certidao, no valor de R$ 80,00, conforme 
consta do documento do CONFEF - dando esses valores -, e da comunicacao do 
Sr.Nasser, naquela reuniao promovida pela GESP, com todos os dirigentes 
esportivos das equipes participantes de nossos JEM's.
Para minha surpresa, ja em minha casa, recebi um telefonema de um dos 
professores de Barreirinhas, comunicando-me de que estava havendo um problema - 
o Sr. Nasser estava exigindo R$ 100,00 (cem reais), pela certidao passada em 
cartorio. 

Solicitei, entao, que me colocassem em contato com o referido sr. Nasser, oque 
nao foi feito por medo de represalia - de que o documento nao fosse expedido, 
nem entregue e portanto ficassem sem o registro, dentro do prazo estabelecido 
...
Os profissionais protestaram quanto aa cobranca abusiva, e de que nao estavam 
preparados para pagar aquele valor, pois foram informados, por mim, de que o 
valor era de R$ 80,00; entao o sr. Nasser afirmou que nao haveria problema, 
então, e que deixaria a taxa por R$ 90,00 e que ele, em nome do CONFEF/CREF 5 
assumiria a diferenca "cobrada pelo cartorio"; 
mediante novos protestos, propos um acordo: os que pudessem pagar R$ 100,00, 
pagariam; os que pudessem pagar R$ 90,00, pagariam e aqueles que so tinhaos R$ 
80,00, pagariam so essa valor, pois nao haveria problema, ele, Nasser, 
assumiria a diferenca ...
Com a chegada do Prof. Reinaldo da Conceiçao Cruz, tambem professor do 
CEFET-MA, e que tambem estava prestando ajuda aaqueles profissionais - 
nossosalunos, de um curso basico de educacao fisica (960 horas) que o CEFET-MA 
esta ministrando naquela cidade - e tendo tomado conhecimenmto do que estavase 
passando, dirigiu-se ao Sr. Nasser, cobrando explicacoes, pois estiveranaquela 
reuniao na GESP, quando foi informado do valor das taxas, inclusive aquela do 
Cartorio; 
que aqueles profissionais, a maioria com salario de R$ 180,00 por mes, tinham 
que desembolsar R$ 200,00 - valor superior a seus vencimentos mensais - e nao 
poderiam ser "estorquidos" dessa forma, com mais R$ 20,00 reais, conforme 
exigido ... e que nao aceitaria, de forma alguma, as taxas variando deR$ 80,00 
a R$ 100,00, e que ele, Nasser, assumiria o prejuizo ... 
Sr. Presidente, recolheu-se o dinheiro, pagou-se ao Sr. Nasser - e nao ao caixa 
do Cartorio - e foi-lhes fornecido um recibo, pelo Sr. Nasser, do valor total, 
e nao a cada um, da quantia paga ... esclareco que de alguns, foi recolhido R$ 
90,00 ... 
ainda, nao foi entregue, aos mesmo - pelo menos, aa maioria -, a referida 
declaracao e que posteiormente lhes seria remetida ... junto com a carteira ...
Resolvida a questao, mais tarde, por volta das 15:00 horas, reuni-me com 
aqueles profissionais, no CEFET-MA, quando tomei conhecimento dos outros 
desdobramentos, inclusive da presenca do Prof. Reinado Cruz e as providencias 
que tomara, junto ao "representante" do CONFEF em Sao Luis ...
Imediatamente entrei em contato, via telefonica, com a Profa. Denise Martins 
Araujo, ao que me consta, representante do CONFEF/CREF 5 - junto com o referido 
Sr. Nasser, este responsável pela regularizacao dos nao-graduados,junto com o 
Prof. Pinheiro (nao-graduado) - e relatei o acontecido, solicitando 
providencias ... 
a profa, Denise pediu-me tempo para apurar o que aconteceu e tomar as 
providencias necessarias .... diante desse posicionamento, entao, autorizei o 
retorno dos profissionais para Barreirinhas - distante 300 quilometros de 
SaoLuis - e que tao logo tivesse algum posicionamenmto do CONFEF/CREF 5 lhes 
comunicaria. 
Antes, solicitei que retornassem ao Cartorio, exigissem seus recibos 
individuais, e a certidao pela qual pagaram - dinheiro esse recolhido pelo Sr. 
Nasser - ... e que nao se preocupassem, pois receriam suas carteiras, 
regularizados perante o Conselho.

Sr. Presidente, ainda nao recebi qualquer comunicassao da Profa. Denise, nem 
fui procurado pelo Sr. Nasser. 
Julguei por bem comunicar aa Vossa Excelencia os fatos ocorridos, pois o Sr. 
Secretario de Educacao de Barreirinhas solicitou uma reuniao amanha, 30/08, 
sexta-feira, para esclarecer o que aconteceu, pois a Prefeitura de Barreirinhas 
bancou parte das despesas de registro de seus professores junto ao CONFEF, 
inclusive transporte em dois carros da Secretaria de Educacao...

Sr. Presidente, exigimos esclarecimentos, em nome da credibilidade do Conselho 
neste Estado, pois esses fatos acima relatados serao comunicados, tambem, ao 
Sr. Gerente de Estado de Esportes e Lazer, Dr. Alim Maluf Filho, paraque tome 
conhecimento desse ato desabonador contra o Conselho, perpetrado por pessoa 
credenciada para responder pelo CREF 5, junto aos profissionais do Estado do 
Maranhao. 
Leopoldo Gil Dulcio Vaz
Licenciado em Educacao Fisica
Especialista em Lazer e Recreacao / Especialista em Metodologia do Ensino 
Superior
Mestre em Ciencia da Informacao
Professor de Educacao Fisica do CEFET-MA
Ex-presidente da Associacao dos Profissionais de Educacao Fisica, Esportes e 
Lazer do Maranhao
leopoldovaz@xxxxxxxxxx
(0xx98) 236 20 76
(0xx98) 218 90 43 - DCS/CEFET-MA
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>

© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.