Re: [cevefesc-L] Resumo 23

To: <cevefesc-L@xxxxxxxxxxxxxxxxxx>
Subject: Re: [cevefesc-L] Resumo 23
From: "Guilherme Pacheco" <gpacheco@xxxxxxxxxxxxxxx>
Date: Sun, 4 Aug 2002 11:46:00 -0300
Cláudia e Colegas,
Rir não resolve, a não ser pelo prazer da previsão que se realizou.
Sobre isto Leandro Konder, ontem , sábado (antes de domingo) no JB discorreu
muito bem.
É sempre bom lembrar que o fato de se estar no poder não quer dizer
incompetência ou improbidade, assim como não estar no poder (e desejá-lo)
não quer dizer boa fé.
Isso tudo nos leva a dois pontos de discussão intimamente ligados que,
entretanto, não são a mesma coisa:
1. Regulamentação e organização da profissão
2. Quem está na direção do sistema (por hora, pois a renovação do poder é
sempre desejável e possível no sistema democrático).
Duvido muito que se fosse oferecido aos críticos a possibilidade de governar
haveria recusa. Talvez somente os verdadeiros anarquistas sejam capazes
disto.
Neste momento, colegas, não adianta ser "sujeito evasivo". É fácil perceber
as diferenças, difícil é saber conviver com elas. Dífícil é buscar
entendimento, marcando posição, cedendo e abdicando.
Não se trata de agradar a todo mundo, mas ser civilizado.
Como disse Habermas uma vez aqui mesmo no Rio, democracia é saber abdicar
temporariamente de seus objetivos.
Seria simples: já que a criança é defeituosa, joguemo-la pelo penhasco
abaixo.
Bons Ventos!
Guilherme Pacheco
----- Original Message -----
From: Claudia Bergo <claudiabergo@xxxxxxxxxx>
To: <cevefesc-L@xxxxxxxxxxxxxxxxxx>
Sent: Sunday, August 04, 2002 2:52 AM
Subject: Re: [cevefesc-L] Resumo 23
Caro Gulherme e amigos listeiros
Hoje é sábado, e amanhã é domingo...
Lendo essa mensagem, me ocorreram duas músicas:
uma de ZéRamalho, cujo trecho em questão é: "e vocês que fazem parte dessa
massa..."
outra, da qual só me recordo a intérprete, Elis (inesquecível), e o trecho:
"quá, quá, ra, quá, quá, quem riu... quá, quá, rá, quá, quá, fui eu".
Me perdoem Guilherme e quem mais, de boa fé, acreditou que isso ia ser uma
boa. Mas o desfecho é o que se previa e sobre o que se alertava.
Mas, quando a contramão da história é a via preferencial da maioria, fazer o
que, não é?
aquele abraço!!!
Cláudia
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.