Re: [Cevdopagem] O que é ética?

Ana Teresa Guazzelli Beltrami aninhabeltrami em hotmail.com
Segunda Agosto 29 11:01:05 BRT 2005


Queridos Dr Sabino, Álvaro, João e demais

Claro que condenar inocentes e jogá-los ao escárnio público é no mínimo 
"anti-humano" quanto mais adentranto à ética...
Mas pensando um pouco....
Um atleta que usa doping não é ético com sua saúde, seu desempenho, com o 
esporte, tampouco com seus adversários, com a competição ou o público 
presente.
Não acho ético um atleta utilizar de meios desleais, injustos, proibidos e 
prejudiciais para alcançar a vitória.
Claro que nenhum campeão dopado é 100% doping... tem aquela coisinha da 
genética e do metabolismo (e que a Andréa e o Dr Sabino entendem melhor que 
eu") e dos treinos que  diferencia os atletas dos não-atletas, mas aquele 
centésimo de segundo essencial, que separa o 1º do 8º colocado, pode fazer 
toda diferença com um pouquinho de "deslealdade".

Abraço.

Ana.

>From: Joao Freire <jbfreire32 em yahoo.com.br>
>Reply-To: Abordagem interdisciplinar da dopagem 
><cevdopagem em listas.cev.org.br>
>To: Abordagem interdisciplinar da dopagem <cevdopagem em listas.cev.org.br>
>Subject: Re: [Cevdopagem] O que é ética?
>Date: Sat, 27 Aug 2005 11:56:39 -0300 (ART)
>
>Meus querido amigos Sabino e Álvaro:
>Há muito tempo não participo de discussões nesta
>lista. Não sou especialista, sequer milito mais no
>esporte de alta competição.
>Creio que esse confronto entre mocinho e bandido,
>entre doping e anti-doping, não terá fim; sempre que
>um deles dá um passo, o outro dá também.
>Recursos ilícitos sempre foram utilizados no esporte.
>Atualmente, além do doping químico, quantos outros
>recursos não serão usados para ludibriar as regras?
>Uma curiosidade: durante uma partida de futebol
>profissional televisionada, experimentemos anotar
>quantas vezes jogadores faltosos e seus técnicos
>reclamam das decisões dos árbitros, mesmo estes
>estando absolutamente certos? Creio que isso ocorre em
>quase cem por cento dos casos. Interessados na
>vitória, a ética que se exploda, segundo eles.
>Acredito que o mais universal dos valores éticos, ou
>aquilo que precedo toda a ética, é ser a favor da
>vida. Nada que seja contra a vida, a nossa ou a dos
>outros, deve ser praticado. Porém, quando a decisão a
>respeito disso fica por conta dos árbitros, é que a
>coisa fica difícil. É o caso dos comitês anti-doping.
>São seres humanos, sempre errarão. Ser ético,
>infelizmente, não é prerrogativa dos especialistas que
>integram essas comissões.
>Um grande abraço. João Batista Freire
>
>--- Sabino Vieira Loguercio <sabino em terra.com.br>
>escreveu:
>
> > Depende, Álvaro, do que se entende por ética.
> > A WADA acredita agir dentro da mais pura ética ao
> > lançar seres humanos à
> > desonra e à difamação, tomando decisões não só com
> > base na ausência de
> > provas, como também investindo contra estas. E
> > alardeia que suas atitudes
> > destinam-se a "preservar" a saúde dos competidores.
> >
> > Assim fica difícil, ainda mais que muitos seguem
> > suas leis absurdas e os
> > representantes de países ditos civilizados assinam
> > protocolos de
> > concordância, de cabeça baixa. O tal Dick Pound é o
> > dono do mundo e
> > professor de ética.
> >
> > Se você está com o projeto de constituir um
> > "INSTITUTO BRASILEIRO PARA A
> > ÉTICA NO ESPORTE", conte comigo, mas saiba que terá
> > de começar do beabá.
> >
> > Sabino
> >
> >
> > ----- Original Message -----
> > From: "Alvaro Ribeiro" <alvaro em cev.org.br>
> > To: "Abordagem interdisciplinar da dopagem"
> > <cevdopagem em listas.cev.org.br>
> > Sent: Thursday, August 25, 2005 8:41 PM
> > Subject: [Cevdopagem] Ação
> >
> >
> > > Menos, Sabino, menos...
> > >
> > > Agora, sério, poderíamos negociar
> > > uma participação destinada à
> > > criação de uma espécie de
> > > "Insituto Brasileiro para a Ética no Esporte"
> > > Alguém se interessa? NOTA: sem fins economicos
> > >
> > > Abs, Alvaro
> > >
> > >> Caro Álvaro
> > >> Quero saber se o que lhe devo pela aula
> > >> magistral de legislação deve ser
> > >> pago em real, dólar ou euro?
> > >> Sabino
> > >>
> > >>
> > >> ----- Original Message -----
> > >> From: "AlvaroRibeiro" <alvaro em cev.org.br>
> > >> To: "Gabriela Autran Dourado Dutra Nicacio"
> > >> <gabiautran em terra.com.br>;
> > >> "Abordagem interdisciplinar da dopagem"
> > >> <cevdopagem em listas.cev.org.br>
> > >> Sent: Wednesday, August 24, 2005 11:19 PM
> > >> Subject: Re: [Cevdopagem] Jornal francês diz que
> > >> Armstrong ganhou Volta da
> > >> França-99 dopado + Eritropoietina congelada
> > >>
> > >>
> > >> Gabriela, dialogando....
> > >>
> > >>> pois pelas informações que a Tv passa essas
> > >>> amostras seriam " anônimas"
> > >> R.: o que não torna impossível detectar a
> > >> origem.
> > >> .
> > >>> Na época do escândalo do THG houve um recall
> > >>> não é? e vários atletas foram
> > >>> punidos?
> > >> R.: Já sob a vigência do CMAD, sim.
> > >>
> > >>> Se por hipótese ficasse provado o doping de
> > >>> Armstrong, poderia a UCI
> > >>> puni-lo fazendo analogia ao caso THG, pois até
> > >>> então a droga tb não era
> > >>> detectável!
> > >> R.: Aqui entra a questão da prescrição. O CAMO
> > >> não possuia o prazo
> > >> hoje estabelecido pelo artigo 17 do CMAD, que é
> > >> de oito anos. Por isso
> > >> as amostras foram REANALISADAS, na combinação do
> > >> art 17
> > >> do Código com a menção "e outras substâncias com
> > >> estrutura quimica
> > >> ou efeito biológico similares. Ora, a
> > >> TetraHidroGestrinona, como o
> > >> nome indica, nada mais é - GROSSO MODO - que a
> > >> Gestrinona
> > >> acrescida de quatro Hidrogênios. Possui efeitos
> > >> colaterais e propriedades
> > >> (os efeitos biológicos) similares [1]
> > >>
> > >> Por isso é imprescindível ter em conta que:
> > >>
> > >> 1) o fato ocorreu em 1999, sob vigência de
> > >> outros codigo desportivo, o CAMO,
> > >> que não previa o atual prazo prescricional.
> > >> Neste caso, por analogia, o
> > >> artigo
> > >> 17 do CMAD não poderia em sede jusdesportiva
> > >> retroagir para punir o atleta.
> > >>
> > >> 2) A prescrição no CMAD (art 17), de oito anos,
> > >> abre a possibilidade de
> > >> bancos de amostras serem criados, com todos os
> > >> inconvenientes
> > >> que decorrem do alto custo, da questão bioética
> > >> e do direito à privacidade
> > >> de informações biológicas.
> > >>
> > >> 3) Pelo fato do Tour de France ter sido
> > >> realizado na França em uma
> > >> época em que já havia uma legislação antidoping
> > >> "tipificando"
> > >> (tornando-a passível de sanção penal) a
> > >> utilização de classes proibidas,
> > >> subsistiria, hipoteticamente falando (não creio
> > >> que seja o caso de
> > >> Armstrong)
> > >> a responsabilidade criminal do atleta.
> > >>
> > >> 4) Toda e qualquer decisão, por força do
> > >> estatuto da UCI (artigo 88
> > >> combinado
> > >> com artigo 115 e seguintes do Estatuto) e do
> > >> Código de Procedimento Arbitral
> > >> do CAS/TAS (Disposições Gerais, item R27)
> > >> estaria adstrita, em última
> > >> análise
> > >> À apreciação de todos estes fatos pelo Tribunal
> > >> Arbitral do Esporte.
> > >>
> > >> Abraços, Alvaro
> > >>
> > >> [1] Entenda como foi descoberta, do ponto de
> > >> vista laboratorial, descoberta
> > >> a droga:
> > >>
> > >>
> >
><http://atmosfera.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_12.html>
> > >> ver 12/12/2004
> > >>
> > >> (...) Foi só usando um GC-MS de alta definição,
> > >> que se determinou que a sua
> > >> formula elementar seria C21H28O2.
> > >>
> > >>  O espectro de massa (MS) revelou fragmentos
> > >> similares aos produzidos pelo
> > >> esteróide gestrinona. Juntando os
> > >>
> > >> átomos de H que restavam deduziu-se uma
> > >> estrutura química que foi
> > >> posteriormente sintetizada e os resultados
> > >>
> > >> confirmados. Depois do trabalho de 8 químicos
> > >> durante 2 meses,
> > >> identificou-se a tetrahidrogestrinona (THG)".
> > >> Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV
> > >> http://www.cev.org.br/br/novidades/
> > >> _______________________________________________
> > >> Lista cevdopagem Adm: alvaro em cev.org.br,
> > >> ana.beltrami em cev.org.br
> > >> SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
> > >>
> > http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista-
> > >>
> > >> E-mail classificado pelo Identificador de Spam
> > >> Inteligente Terra.
> > >> Para alterar a categoria classificada, visite
> > >>
> >
>http://mail.terra.com.br/protected_email/imail/imail.cgi?+_u=svloguer&_l=1,1124936502.134883.2193.mueru.terra.com.br,6904,Des15,Des15
> > >>
> > >> Esta mensagem foi verificada pelo E-mail
> > >> Protegido Terra.
> > >> Scan engine: McAfee VirusScan / Atualizado em
> > >> 24/08/2005 / Versão:
> > >> 4.4.00/4566
> > >> Proteja o seu e-mail Terra:
> > >> http://mail.terra.com.br/
> > >>
> > >>
> > >>
> > >>
> > >> --
> > >> No virus found in this incoming message.
> > >> Checked by AVG Anti-Virus.
> > >> Version: 7.0.338 / Virus Database: 267.10.14/79
> > >> - Release Date: 22/8/2005
> > >>
> > >>
> > >> Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV
> > >> http://www.cev.org.br/br/novidades/
> > >> _______________________________________________
> > >> Lista cevdopagem Adm: alvaro em cev.org.br,
> > >> ana.beltrami em cev.org.br
> > >> SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
> > >>
> >
>http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=96
> >
>=== message truncated ===
>
>
>__________________________________________________
>Converse com seus amigos em tempo real com o Yahoo! Messenger
>http://br.download.yahoo.com/messenger/
>Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV  
>http://www.cev.org.br/br/novidades/
>_______________________________________________
>Lista cevdopagem Adm: alvaro em cev.org.br, ana.beltrami em cev.org.br
>SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
>http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=96

_________________________________________________________________
Chegou o que faltava: MSN Acesso Grátis. Instale Já! 
http://www.msn.com.br/discador




Mais detalhes sobre a lista de discussão cevdopagem

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.