RE: [Cevdopagem] Re: [cevgenetica] A mutação genética dos valores do esporte [*]

Ana Teresa Guazzelli Beltrami aninhabeltrami em hotmail.com
Quinta Agosto 18 11:00:09 BRT 2005


Álvaro

Ótima intervenção!
Se analisarmos do ponto de vista médico, que seja legalizado a terapia 
genética para melhorar o esporte ao invéz da utilização de substâncias 
prejudiciais à saúde, com risco de morte para os sujeitos.
Mas acredito que não haveria igualdade de condições, entre as nações, para 
disponibilizar a terapia em seus atletas.
Começaria, então, uma guerra declarada por patentes e conbrança de royalties 
sobre técnicas desevolvidas/utilizadas.
Se com os medicamentos, que tratam e visam a saúde do ser humano, já temos 
esse problema, imagina no esporte, envolvendo lucro, propaganda e promoção 
de todo tipo.
Teríamos um pódio cada vez mais homegêneo, dividido entre atletas diferentes 
do mesmo país.

Talvez eu esteja falando besteira, e se estiver errada, me desculpe. Afinal 
em biologia, genética e afins reconheço minha total ignorância.

Abraço

Ana.


>From: Andrea Ramirez <aramirezfmu em yahoo.com.br>
>Reply-To: Abordagem interdisciplinar da dopagem 
><cevdopagem em listas.cev.org.br>
>To: Genética e Atividade Física 
><cevgenetica em listas.cev.org.br>,cevdopagem em listas.cev.org.br
>CC: Tocadores do CEV 
><admincev em listas.cev.org.br>,cevolimp em listas.cev.org.br
>Subject: [Cevdopagem] Re: [cevgenetica] A  mutação genética dos valores do 
>esporte [*]
>Date: Thu, 18 Aug 2005 09:56:28 -0300 (ART)
>
>Alvaro,
>
>E se ainda assim, as 'mutações dos valores do esporte'
>não forem selecionadas pelo ambiente, o que acho pouco
>provável devido à pressão seletiva (tecnológica), ainda restará
>a opção da terapia gênica, para auxiliar os que não puderem
>enxergar estas perspectivas sem se 'dopar'...
>
>Andréa (tirando meu chapéu aos seus botões)
>
>
>Alvaro Ribeiro <alvaro em cev.org.br> escreveu:
>A mutação genética dos valores do esporte
>[*] Álvaro Ribeiro (pensando com meus botões)
>
>O verdadeiro ofício da razão é examinar o
>justo valor de todos os bens cuja aquisição
>parece depender de algum modo de nossa conduta”.
>(DESCARTES, Carta à Princesa Elisabeth, 1º de
>setembro de 1645).
>
>Imaginem se alguém tivesse dito no ano de
>1970 “eu sei tudo sobre melhora do desempenho de
>esportistas que participam de competições de
>alto rendimento”. E que, assumindo que sabia de
>tudo decidiu que não obteria mais nenhuma
>informação sobre o assunto. Esta pessoa
>ignoraria que médicos conseguiram tratar casos
>de anemia severa (como na Insuficiência Renal
>Crônica), hipotrofia muscular crônica,
>osteoporose, entre outros males que retiram de
>seres humanos sua melhor condição. Esta pessoa
>se encontraria hoje defasada em seus
>conhecimentos, possuiria informações defasadas.
>
>O “SEI TUDO” provavelmente ignoraria que a
>ciência tem decifrado o código genético de seres
>humanos e melhor estudado as interações entre os
>próprios genes e destes com o meio ambiente.
>O “SEI TUDO” não se daria conta de que enquanto
>a Ciência faz progressos importantes neste
>sentido, incidem ainda em muitas cidades de
>nosso país (entre elas nossa antiga Capital
>Federal) doenças que se encontravam erradicadas
>há décadas.
>
>Quando se fala atualmente em GENÉTICA
>nos “jornais”, as pessoas costumam pôr-se
>sistematicamente em estados de descrença ou
>esperança, medo ou coragem, cumplicidade ou
>repúdio. Há outros, mas fiquemos com estes que
>nos servem melhor como exemplo. Ao se abrir a
>uma nova idéia, na frase atribuída a Einstein,
>uma mente jamais retorna ao seu tamanho original.
>
>Trata-se aqui, quando o assunto é modificação
>genética, de considerar que DE FATO há
>distinções entre aspectos médicos e éticos
>relacionados à TERAPIA, NÃO TERAPIA E MELHORA DO
>DESEMPENHO ESPORTIVO, sobre os quais é baseada
>qualquer “luta anti-doping”. Entre estes
>aspectos, para quem percebe os valores
>humanistas / humanitários como os mais
>relevantes, deverá sempre prevalecer o aspecto
>MÉDICO.
>
>Assumo e me reservo o direito de ser
>ignorante ao tentar dialogar com colegas que
>se manifestem sobre o tema, adiantando uma
>posição um tanto quanto polêmica, certamente
>uma influência do Andy Miah[2] e [3], já tão
>referenciado aqui. Miah é o principal
>articulador de um ponto de vista (talvez)
>radical (para os dias de hoje), segundo o
>qual o desempenho e ética esportivos, no alto
>rendimento, requer continuamente o ímpeto
>arejado do desenvolvimento tecnológico.
>
>Assim, as tecnologias genéticas
>representariam uma inevitável e valiosa extensão
>dos meios disponíveis para que nós continuemos
>com a evolução das práticas que visam a melhora
>do desempenho esportivo.
>
>Estando o mundo em constante mutação,
>continuamente, a abordagem de certos valores
>tende também à mutação. Valores também sofrem,
>sim, mutações genéticas. E muitos dos argumentos
>que têm sido desenvolvidos contra o doping (como
>buscar vantagens desleais, deixar de honrar
>o “contrato” de competição, encorajar a
>segregação e tomar como normal a decepção como
>condição para a preparação de atletas de alto
>rendimento) aplicam-se aqui, nos dias de hoje.
>Apenas, porém, aplicar tecnologias
>potencialmente nocivas ou deletérias, utilizando-
>se de meios ‘não naturais’ e levando à
>exploração dos atletas (sua utilização como
>cobaias) é algo que deve a todo custo ser
>evitado.
>
>No sentido inverso, ASSIM COMO A HUMANIDADE,
>O ESPORTE DE COMPETIÇÃO DE ALTO RENDIMENTO
>"PRECISA" DAS MODIFICAÇÕES GENÉTICAS.
>
>Um abraço a todos,
>
>Álvaro Ribeiro
>
>-----------
>LEITURA AUXILIAR PARA DISCUSSÃO:
>
>ALMEIDA, Guilherme Assis. Ética e Direito: Uma
>perspectiva integrada. São Paulo: Atlas, 2002
>(CAPITULO 3 – VALOR ESCOLHA E LIBERDADE).
>
>MIAH, Andy. Ban Drugs, permit gene transfer. On
>line. Disponível em
>.
>Último acesso: 18/08/2005.
>
>__________. Genetically Modified Athletes.
>Biomedical ethics, gene doping and sport.
>Routledge: London and New York, 2004 (PART I –
>ANTIDOPING AND PERFORMANCE ENHANCEMENT) – ver
>em .
>
>
>
>
>Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV
>http://www.cev.org.br/br/listas/
>_________________________________
>Lista cevgenetica Adm: andrea em cev.org.br
>
>
>SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
>http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=93
>
>
>---------------------------------
>Yahoo! Acesso Grátis: Internet rápida e grátis. Instale o discador agora!
>Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV  
>http://www.cev.org.br/br/novidades/
>_______________________________________________
>Lista cevdopagem Adm: alvaro em cev.org.br, ana.beltrami em cev.org.br
>SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
>http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=96

_________________________________________________________________
Chegou o que faltava: MSN Acesso Grátis. Instale Já! 
http://www.msn.com.br/discador




Mais detalhes sobre a lista de discussão cevdopagem

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.