[Cevdopagem] Maradona usou cocaína, afirma agência

Darwin Ianuskiewtz darwin em darwin.pro.br
Quarta Abril 21 11:50:08 BRT 2004


Maradona usou cocaína, afirma agência 
CAROLINA VILA-NOVA
DE BUENOS AIRES 
Médico volta a negar overdose, mas diz que ex-jogador continuará internado em Buenos Aires "por longo tempo"

Análises clínicas teriam detectado entre 850 e 900 miligramas de cocaína na urina de Diego Armando Maradona, segundo informou ontem a Télam, a agência oficial de notícias da Argentina.
A informação reforça as suspeitas até agora negadas de que o ex-jogador tenha sido internado no domingo devido a uma overdose.
De acordo com a Télam, o resultado das análises foi fornecido por uma fonte da equipe médica que está trabalhando com Maradona, 43, na UTI da Clínica Suíço-Argentina, onde ele continua hospitalizado em estado grave.
"Não tenho conhecimento", declarou Alfredo Cahe, médico particular de Maradona. Cahe já havia negado anteriormente a possibilidade de que Maradona tivesse sofrido uma overdose.
O médico sustentou que o ex-atleta não estava usando cocaína "nos últimos tempos" e que havia controlado o vício. Disse também que o quadro clínico de Maradona -de hipertensão, miocardiopatia e pneumonia bilateral- não tinha "nada a ver" com a utilização excessiva de drogas.
Relatório médico divulgado no início da tarde de ontem pela clínica indicou que o ex-jogador mantinha um quadro geral "estabilizado", com uma "aceitável evolução" da pneumonia.
De acordo com esse relatório, não foi confirmada a presença de cocaína na urina do ex-jogador.
Maradona permanece com respiração artificial -segundo Cahe, "por cuidado e precaução".
Por fim, o relatório acusou a presença de bactérias que podem estar relacionadas a infecções.
Alfredo Cahe esclareceu que a bactéria encontrada é parte do processo infeccioso de Maradona e que "não o agrava, de nenhuma maneira". O próximo boletim médico será divulgado por volta do meio-dia de hoje.
Segundo Cahe, a saúde do ex-jogador ainda é "delicada". Ele acrescentou que Maradona "está um pouco melhor que ontem [anteontem]", que "está avançando um pouco, passo a passo" e que deverá ficar internado ainda "por um longo tempo".
Enquanto isso, o cerco da mídia e dos fãs de Maradona em frente à clínica continua. Ontem, o ex-jogador recebeu a visita do presidente do Boca Juniors, Mauricio Macri, que saiu do hospital sem falar com a imprensa.

Justiça absolve ídolo argentino 

Mesmo internado, Diego Maradona foi réu ontem em um tribunal de Buenos Aires.
A juíza María Laura Garrigós deu ganho de causa ao ex-jogador em um processo que o acusava de não pagar pensão alimentícia para Jana Sabalaín, filha que teve em uma relação extraconjugal -ele teve outro filho na mesma condição em Nápoles, na Itália, cidade em que viveu entre 1984 e 1991.
Maradona alegou que, durante sua estadia em Cuba para tratamento do vício em cocaína, entregou o dinheiro para Guillermo Cóppola, seu ex-empresário. Ele é que não teria repassado os valores para a mãe de Jana Sabalaín.
Cóppola, que acompanhou Maradona durante toda a sua carreira, é apontado por muitos como a pessoa responsável por apresentar o então jogador às drogas. Hoje os dois estão rompidos.
"Ficou claro que Maradona acreditava que o dinheiro havia sido repassado", afirmou a juíza. "Ele nunca havia falhado antes no pagamento de suas obrigações."
Cóppola, que não fala com o ex-atleta desde março do ano passado, afirmou apenas, após a internação, que ajudará Maradona "no que for preciso".




Um Abraço.

Prof. Darwin Ianuskiewtz
Araraquara - SP
CREF4/SP 009170-G
----------------------------------------------------------
Visite meu sítio em : http://www.darwin.pro.br
Notícias sobre Esporte, Educação, Saúde.
----------------------------------------------------------



---

Checked by AVG anti-virus system (http://www.grisoft.com).
Version: 6.0.663 / Virus Database: 426 - Release Date: 20/04/2004
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.cev.org.br/pipermail/cevdopagem/attachments/20040421/af743c93/attachment.htm


Mais detalhes sobre a lista de discussão cevdopagem

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.