[cevcine] Filme: Prof. de EF x Gordinho. "Em pe' de guerra". Ajudaou atrapalha?

Camila Tenório Cunha cacatc2003 em gmail.com
Domingo Abril 20 10:29:54 BRT 2008


                   Olá. Também gosto de usar filmes, este eu não vi,
mas acho que para idade que eu trabalho ainda não daria (11 aos 14
anos).
                  Contudo, estou trabalhando futebol e gênero com os
maiores (13 e 14 anos) e tenho passado "Ela é o Cara", é uma comédia,
mas dá para discutir bastante (a menina se passa pelo irmão gêmeo para
poder jogar futebol), é livre.  Se desse aulas para ensino médio
passaria Gracie, que é mais pertinente e sério, além de contar um
pouco da história do futebol feminino, contudo a censura é 14 anos e
pelo que conheço meus alunos eles ainda não teriam maturidade para
este.
                 Os menores irão assistir " No meio da rua", porque
estamos trabalhando jogos e direito de brincar (o filme é sobre um
menino que não tem tempo de brincar porque tem a agenda cheia e  faz
amizade com outro que trabalha), o filme permite outras discussões
como preconceito social, cultura popular, drogas, artes circenses...É
livre.
                    Também gosto de trabalhar com filmes, ajuda
bastante. Além de textos, lógico, tenho lido algumas crônicas que
selecionei do Eduardo Galeano, "Futebol ao Sol e à Sombra", para os
alunos que estão vendo futebol, antes das aulas práticas. Normalmente
elas permitem discussões.

                    Abraços
                    Camila

Em 13/04/08, robertopereirap<robertopereirap em bol.com.br> escreveu:
> a cerca do filme temos dois pontos para analizar antes de qual quer coisa.
> 1º a realidade da educação fisica escolar americana é completamente diferente da brasileira já que o esporte profissional americano tem como grande selero de novos atletas o esporte universitario o qual busca no escolar seus futuros craques o que torna a educação fisica escolar extremamente competitivo chegando ao ponto de realmente alguns porfessores nesta busca louco pelo novo fenomeno esportivo o que vai dar a ele estatos profissional ultrapassar o ponto da pratica educacional chegando a ser realmente condenavel dentro dos nossos padrões educacionais;
> 2° a pratica da eduacação fisica no Brasil ainda  não conseguiu ao menos ter um caminho claro a percorrer pois, a anos ficamos neste discurso de coltura corporal ou esporte propimente dito, o que dar a educação fisica brasileira uma completa falta de filosofia de trabalho para nossa disciplina e se o filme é preconceituoso ou não será secundario pois, o que pode causar medo em muitos de nós é por termos o conciencia que nossas aulas de certo modo tem deixado a desejar no que refere-se a falta de uma método de ensino mais clara na hora da prática em sala de aula;
>
> respondendo a pegunta eu uso filmes em minhas aulas de educação fisica escolar até por que como eu moro em uma cidade do interior da bahia para meus alunos conhecer alguns esportes como são na pratica precisamos recorrer a imagens de videos que podem ser desde um simples jogo filmado até a filmes que tenha o esporte como pano de fundo
>
>
>
>
> > Prezado Laércio e Colegas,
> > Bom dia! Obrigado pela mensagem.
> > Acompanhei e acredito que participei, não me recordo bem, da discussão que
> > gerou posteriormente a página do Sport Psychology Movie Database. Lembro-me
> > bem das questões que foram colocadas na lista de psicologia do esporte, as
> > quais vou apresentá-las, com o objetivo de estimular a todos na montagem de
> > uma lista de filmes no CEVCINE:
> > 1. Você utiliza filmes em algum momento nos programas de Educação Física
> > e/ou Esportes na Escola?
> > 2. Você utiliza filmes no processo de treinamento de equipes esportivas?
> > 3. Faça, se possível, uma lista dos filmes que acredita serem os mais úteis
> > para as aulas de educação física e esportes. "O Oscar vai para quais
> > filmes?"
> > 4. Se possível, especifique os objetivos ou razões para a utilização de cada
> > filme? Ex. Violência no esporte, tolerância, alegria, etc.
> > Um abraço a todos.
> > Antonio Roberto
> >
> > Subject: [cevcine] Filme: Prof. de EF x Gordinho. "Em pe' de guerra".
> > Ajudaou atrapalha?
> >
> >
> > Pessoal,
> > O filme e' preconceituoso? Realista? Que cenas podem
> > ser ressaltadas para uma boa discussão nos cursos de EF?
> > Essas e (muitas)outras questões sobre filmes estiveram na
> > intenção da cevcine, criada antigamente. A gente pensava
> > ate' em desembocar num bom repertorio, como a
> > tentativa de copiar e melhorar o
> > SPMD - Sport Psychology Movie Database
> > http://ligcev.com/psymovies
> > Vamos discutir o "Em pé de guerra" na cevcine?
> > Laercio
> > ......
> > Trauma de infância
> > 'Em Pé de Guerra',
> >
> > Josi Vicentin
> > Da Agência BOM DIA (Bauru-SP)
> >
> > "Em Pé de Guerra", comédia em cartaz no Multiplex e Cine'n Fun,
> > reúne um elenco famoso para mostrar a batalha travada entre um
> > professor de educação física carrasco e seus alunos.
> >
> >
> > Billy Bob Thornton (interpreta o durão Woodcock), Seann William
> > Scott (John Farley) e Susan Sarandon (Beverly Farley) são os
> > principais atores do longa-metragem.
> >
> > Nada de diversão. Os alunos da escola Forest Meadow passam
> > por constantes humilhações (física e mental) durante as aulas
> > de educação física do professor Woodcock.
> >
> > John Farley foi o alvo principal do professor linha dura. Por ser
> > gordinho, o garoto passava apuros nas aulas do mestre, que
> > mais parecia ser o líder de um acampamento militar.
> >
> > O tempo passou e John conseguiu superar o trauma de infância
> > - ele se tornou um escritor famoso ao publicar o livro de auto-ajuda
> > "Deixando para Trás: Supere o Seu Passado".
> >
> > Na obra, as tristes memórias do ex-aluno de Woodcock foram
> > substituídas pela confiança de ser um escritor reconhecido
> > pelo seu sucesso.
> >
> > No entanto, o jovem escritor volta à sua cidade natal para visitar
> > a sua mãe, Beverly, levando a notícia de que será homenageado
> > com o prêmio Corn Cob Key durante o Festival do Milho,
> > que ocorre anualmente.
> >
> > A felicidade de John se transforma em angústia quando descobre
> > que sua mãe está apaixonada por Woodcock, seu professor do colégio.
> >
> > Obrigado a conviver com seu antigo algoz, o escritor precisa
> > lidar novamente com a língua afiada e as táticas de intimidação
> > de seu professor em nome de um estreitamento dos laços familiares.
> >
> > Curiosidade
> > As filmagens de "Em Pé de Guerra" não foram tão tranqüilas
> > . Billy Bob Thornton quebrou o pé durante uma cena de luta
> > com Seann William Scott.
> >
> > Josh Gilbert, roteirista do filme, usou suas experiências pessoais
> > para escrever a história - como foi um gordinho desastrado,
> > seus professores de educação física faziam da sua vida um inferno.
> >
> > O longa-metragem atraiu grande público às salas de cinema dos
> > Estados Unidos. Quando estreou, em setembro de 2007, ficou
> > em sétimo lugar no ranking dos filmes mais vistos.
> >
> >
> > --
> > Laercio Elias Pereira
> > http://ligcev.com/laercio
> > (82) 9913 8811 - Maceio'
> >
> >
> >
> > --------------------------------------------------------------------------------
> >
> >
> > Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV
> > http://www.cev.org.br/br/novidades/
> > _______________________________________________
> > Lista cevcine
> > SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
> > http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=11
> >
> >
> Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV  http://www.cev.org.br/br/novidades/
> _______________________________________________
> Lista cevcine
> SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
> http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista
>


Mais detalhes sobre a lista de discussão cevcine

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.