As buscas estao mais precisas! Re: [cevfisio-L] Drinkwater fwd

To: admincev@xxxxxxxxxxxxxxxxxx, cevmidia-l@xxxxxxxxxxxxxxxxxx, cevbibli-l@xxxxxxxxxxxxxxxxxx
Subject: As buscas estao mais precisas! Re: [cevfisio-L] Drinkwater fwd
From: "Laércio Elias Pereira" <laercio@xxxxxxxxxx>
Date: Thu, 15 May 2003 10:07:58 -0300
Pessoal,
Aos poucos os mecanismos de busca vao incorporando
as nossas habilidades (e sufocos) de procurar informacao.
Vejam o exemplo citado pelo cevlisteiro Luis Carlos Moraes
na cevfisio-L sobre um assunto bastante especifico. Laercio
..............
De: lcmoraes@xxxxxxxxxxxxxxxx 
Para: cevfisio-L@xxxxxxxxxxxxxxxxxx 
Assunto: Re: [cevfisio-L] Drinkwater 
Amigo Fernando e principalmente estudantes!
A informática hoje em dia é uma das boas, se não uma das melhores
ferramentas de qualquer profissional inclusive os de Educação Física. É
muito mais fácil estudar com o auxílio da Internet e os sites de busca.
Acessando http://www.google.com/advanced_search e digitando exatamente o
que você perguntou "equação de Drinkwater para predição de % de gordura"
aparecem seis resultados, inclusive uma tese de doutorado.
No primeiro resultado em http://www.terrazul.com.br/roberto1.htm você
encontra citado:
"A dissecação de cadáveres é a única metodologia considerada direta;
neste método ocorre a separação dos diversos componentes estruturais do
corpo humano afim de pesá-los e estabelecer relações entre eles e o peso
corporal total. Desta forma, podemos perceber a dificuldade de estudos
envolvendo este procedimento, o que justifica a pequena quantidade de
estudos com cadáveres e a utilização de metodologias mais acessíveis.
Entretanto, cabe citar dois estudos de grande relevância nesta área que
se utilizaram da metodologia direta, o de MATIEGKA (1921) e o de
DRINKWATER et alii (1984).
No primeiro, (MATIEGKA, 1921) desenvolveu uma série de equações para
estimar o peso da pele mais o tecido adiposo subcutâneo, dos músculos
esqueléticos, dos ossos e do tecido residual (órgãos e vísceras). Em seu
estudo, Matiegka reconheceu a necessidade de novos estudos com cadáveres
para validar os coeficientes que derivou.
No segundo, (DRINKWATER et alii, 1984) bem mais recente, foram estudados
25 cadáveres, com idades variando entre 55 e 94 anos, que foram medidos e
dissecados. Este estudo foi o único onde os dados de medidas de
superfície e composição anatômica foram coletados nos mesmos cadáveres; o
mesmo contribuiu para a obtenção de novos dados sobre as quantidades dos
tecidos e órgãos no corpo humano adulto, relatando as quantidades destes
tecidos e órgãos por medidas corporais externas, produzindo dados que
podem ser usados para a validação de vários métodos de estimativa da
composição corporal humana "in vivo", e para o desenvolvimento de novos
métodos antropométricos (DRINKWATER et alii, 1984). É importante
ressaltar que a utilização das equações propostas por este estudo deve
ser cuidadosa no que se refere a populações jovens, crianças e atletas,
pois a amostra era composta só por indivíduos idosos e isso pode
proporcionar um erro significativo nos resultados".
O segundo resultado em http://www.nucidh.ufsc.br/Edio.pdf trata-se de
uma tese de Doutorado - "Desenvolvimento e Validação de Equações
generalizadas para estimativa da densidade corporal em adultos -
Petroski, Edio Luiz ? Santa Maria, RS ? Brasil 1995.
São 146 páginas. Estudar dá trabalho... mas vale à pena.
Espero que de alguma forma ajude
Um grande abraço!
Luiz Carlos de Moraes CREF1 RJ 3529
www.noticiasdocorpo.com.br
....................
http://www.cev.org.br/grcev/laercio
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.