[cevbasq] Fw: Artigo sobre o técnico Moncho Monsalve

Alcir Magalhães alcirmf em terra.com.br
Segunda Março 24 03:01:15 BRT 2008


Prezado Prof.Marinho,

Assisti em Brasília a entrevista do novo técnico, me transmitiu muita confiança e foi muito objetivo nas respostas, inclusive foi bem claro em mostrar que a missão dele nisto tudo é a seleção brasileira que vai tentar vaga para as olimpíadas.

Quanto a seleção sul americana ele foi bem enfático em dizer que a responsabilidade, como ele disse, a responsabilidade são desses dois senhores o Grego e o Manteiga, apesar delas segundo eu entendi treinarem juntas.

Fizeram pergunta sobre Nezinho se saiu bem disse que ia a SP e conversaria com ele pondo um ponto final nas possíveis polemicas.

Foi enfático na preocupação de saber que jogadores terá em mãos e em que condições, em virtude dos atletas certamente chegarem  as finais em seus campeonatos.

Se mostrou orgulhoso de dirigir a seleção ficando claro que foi sua equipe mais importante.

Informou a todos que assistiu alguns jogos da associação de SP, o que mostra que tem visão e quer ver tudo e a todos, para não ter uma visão míope do basquete brasileiro.

Ao meu ver os grandes problemas deste técnico espanhol serão o tempo, que jogadores terá disponível e quem ele improvisará de 3 (ala), hoje carente na seleção e digo mais ainda a posição (1), hoje somente temos um jogador Waltinho, os demais jogam de forma improvisada na posição de armador mas na verdade são ala amadores.

Pelo jogos que tenho assistido o Ratto apesar da idade para o Brasil, pq para NBA , não seria encarado como velho, atravessa uma forma física invejável e técnica também, é um nome para se  pensar,  alem  de armador é um agregador de valores.

O novo técnico certamente será obrigado a fazer um trabalho mais psicológico do que técnico,  em virtude da seleção atual no meu entendimento estar acéfala de liderança, para empurrar a equipe nos momentos do tradicional sacode para virar um jogo.

Somente espero que a retórica do perdemos nos detalhes, seja banida das próximas entrevistas, pelos motivos que nem preciso mencionar para não ser redundante.

Somente nos resta aguardar e torcer para a classificação, ao meu ver cada dia que passa fica mais longe mas não impossível, olha que digo isto durante alguns anos, quando coordenava o clipping.

Cabe ressaltar também que ele elogiou muito o Lula Ferreira, na entrevista de Brasília, pela atitude profissional de se colocar a disposição em passar as informações necessárias para que o trabalho se torne vencedor.

Basicamente foi isto, acreditem assisti a entrevista sem efetuar nenhuma pergunta, coisa difícil da minha personalidade questionadora, mas como fora do basquete como formador de opinião, fui um mero ouvinte de tudo avaliando as perguntas e respostas sem fazer qualquer juízo de valor, quanto a conteúdo, pertinência etc.
Atenciosamente,
Alcir Magalhães Filho
----- Original Message ----- 
From: marinho em bbheart.com.br 
To: ALCIRMF 
Sent: Sunday, March 23, 2008 10:27 PM
Subject: Artigo sobre o técnico Moncho Monsalve


Alcir

De uma olhada no artigo que escrevi para o DraftBrasil sobre o novo técnico da seleção com base na sua entrevista de apresentação.
http://www.draftbrasil.net/wordpress/?p=310 ou na BBHEART: http://www.bbheart.com.br/novidades110.asp

Um abraço

Marinho


__________ Informação do NOD32 IMON 2967 (20080321) __________

Esta mensagem foi verificada pelo NOD32 sistema antivírus
http://www.eset.com.br



--------------------------------------------------------------------------------
E-mail verificado pelo Terra Anti-Spam.
Para classificar como spam, clique aqui. 


--------------------------------------------------------------------------------
Esta mensagem foi verificada pelo E-mail Protegido Terra.
Scan engine: McAfee VirusScan / Atualizado em 21/03/2008 / Versão: 5.2.00/5257
Proteja o seu e-mail Terra: http://mail.terra.com.br/ 


Mais detalhes sobre a lista de discussão cevbasq

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.