[cevbasq] Lula não admite levar 'time B' para o Pan

Carlos Alex Soares carlosalexsoares em gmail.com
Sábado Março 10 22:10:37 BRT 2007


Texto anterior: http://txt.estado.com.br/editorias/2007/03/09/esp-1.93.6.20070309.4.1.xml


Este, abaixo: http://txt.estado.com.br/editorias/2007/03/10/esp-1.93.6.20070310.16.1.xml

Lula não admite levar 'time B' para o Pan 
Ele diz que torneio é preparatório para o Pré-Olímpico 

Heleni Felippe 

O técnico da seleção brasileira masculina de basquete, Lula Ferreira, não ficou surpreso com a informação do armador Leandrinho de que os jogadores que atuam na NBA não serão liberados para disputar o Pan do Rio, em julho. "Os times da NBA sempre têm preocupação com lesões. Todas as seleções com atletas na liga correm o risco de não ter suas estrelas", diz Lula. Mesmo assim, não admite disputar o Pan com uma equipe B ou sub-21, por exemplo, alegando que o torneio será preparatório para o Pré-Olímpico de Las Vegas (EUA).

"Sei que dificilmente eles liberariam os atletas para o Pan", observou Lula. Os Estados Unidos, que cogitaram até mesmo não disputar o basquete no Pan, e a Argentina, campeã olímpica, que tem vários jogadores na NBA, certamente trarão equipes B para o Rio. "Quando fizemos o planejamento discutimos isso e a comissão técnica entendeu que não poderia jogar o Pan com um time sub-21, por exemplo. Isso porque vamos usar o Pan na preparação para o Pré-Olímpico. O Pan termina em 29 de julho e o Pré-Olímpico começa em 22 de agosto. Os jogos do Pan serão contabilizados como preparação. E isso também não tira a nossa obrigação de ganhar o tricampeonato pan-americano", explica Lula. 

Assim, o técnico da seleção brasileira não terá Leandrinho, do Phoenix Suns, e Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers - isso para não falar de Nenê Hilário, do Denver Nuggets, que não vem aceitando convocações nem para competições mais importantes. E, segundo Leandrinho, a ausência pode se estender à seleção que disputará o Pré-Olímpico. "Não acredito que isso ocorra. As franquias da NBA não poderiam negar a liberação de brasileiros ou argentinos para suas seleções, já que os próprios americanos, que ainda não têm a vaga olímpica, vão ao Pré-Olímpico com os atletas da liga", opina Lula.

A Confederação Brasileira de Basquete informou ontem que pagará os seguros dos jogadores da NBA que vierem para a seleção. Segundo a entidade, todos os atletas das seleções têm seguro-saúde. O que a NBA exige é um seguro sobre o contrato de trabalho - se o jogador se machucar, quem paga seu salário? Na NBA, os jogadores têm seguro-emprego o que, segundo a CBB, não existe no Brasil. Para fazer algo parecido seria preciso buscar uma empresa especializada, em Londres, na Inglaterra.



Mais detalhes sobre a lista de discussão cevbasq

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.