[cevbasq] Resposta e... rrada! por Melcháides Filho

Carlos Alex Soares carlosalex em brturbo.com.br
Quinta Março 9 14:11:48 BRT 2006





07/03/2006 

Coluna Folha de S.Paulo - 07.03.2006


Resposta e... rrada! 

A confederação está preocupada. Teme repetir os vexames do Mundial de Indianápolis-02 (sexto lugar) e da Olimpíada de Atenas-04 (bronze). Não quer mais brincar em serviço. Por isso decidiu convocar um grupo coeso, focado, mesmo que isso implicasse deixar de lado alguns craques da NBA. É o que explica a ausência de Allen Iverson da lista, divulgada no domingo, não?
Não. Falar em "coesão" e "foco" faria sentido apenas no momento dos cortes, da definição da dúzia que irá buscar a redenção em Tóquio-06 e Pequim-08. Não agora, quando ainda se trata dos treinos. Foram chamados 23 atletas, o dobro do necessário! Gente desqualificada, como Luke Ridnour, ou desimportante, caso de Antawn Jamison, recebeu convite...
Mas outras estrelas ficaram de fora. A verdade é que veteranos como Iverson preferem gozar as férias a atuar pela seleção, não?
Não. Tim Duncan, Kevin Garnett e outros cobras de fato torceram o nariz para os três anos de compromisso exigidos agora por contrato pela confederação. Mas Iverson foi o primeiro a dizer em público que topava a condição.
Talvez a USA Basketball queira se distanciar o máximo da malsucedida campanha de Atenas, da qual Iverson participou, não?
Não. Não houve "vingança". Metade daquela equipe foi recrutada, assim como alguns que covardemente pediram dispensa semanas antes do embarque.
Talvez tenham sido descartadas as "maçãs podres", as que causaram encrencas na Grécia, não?
Não. Carmelo Anthony, que se amotinou contra a comissão técnica, foi lembrado. E, de toda forma, apesar da trajetória controvertida, o "bad boy" Iverson foi o mais diplomático e agregador integrante daquela delegação.
Não seria, então, uma vontade pura de renovar ou rejuvenescer?
Não. Dos 21 representantes da NBA, 18 já representaram o país em competições internacionais. E o armador do Philadelphia tem somente 30 anos. É poucos meses mais velho do que dois contemplados (Brad Miller e Chauncey Billups) e cinco anos mais moço do que outro (Bruce Bowen).
Mas ele já não dá sinais de declínio? Não seria um risco incluí-lo nos planos para Pequim-08?
Não e não. "The Answer" cumpre a mais sólida temporada em dez anos na NBA. Ostenta sua mais alta média de pontos (33,4). E ninguém na liga atua tanto quanto ele (43,6 minutos por partida), prova de vitalidade física.
Mas a confederação não quer saber de atletas individualistas, que segurem demais a bola, certo?
Não. Kobe Bryant e Gilbert Arenas, também fominhas, foram chamados. E, à diferença deles, Iverson sabe passar. É insuperável no passe após infiltrações ("drive and kick") e está cada vez mais solidário. Nos dois últimos anos, registrou recordes pessoais de assistências e assistências/turnover.
Tem treta nessa história, é isso?
Não... duvide. Um dia depois de a lista vazar pela imprensa, a USA Basketball anunciou a Nike como o novo fornecedor de material esportivo. Nem Iverson, o mais popular nome do basquete no planeta, nem nenhum outro garoto-propaganda da Reebok figuram entre os 23. Mas há 17 contratados da Nike.

Gabarito 1
Nenê tomou gosto pela carreira solo. Depois de dispensar a noiva às vésperas do casamento, demitiu o empresário às vésperas da renegociação do contrato com o Denver. Gabriela cobra reparação na Justiça. Michael Coyne, que encaixou o ala-pivô na NBA, não se decidiu.

Gabarito 2
Rafael "Baby" Araújo (Toronto) deve ser operado no ombro direito. Mau fecho para sua péssima temporada na NBA. E má notícia para a seleção brasileira, que contava com o pivozão para o Mundial.

Gabarito 3
O pivô Rafael, ex-Ribeirão Preto, foi convidado pelo Nike Hoop Summit, evento que anualmente reúne a nata sub-20 do mundo.

E-mail melk em uol.com.br
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.cev.org.br/pipermail/cevbasq/attachments/20060309/fe7f45bf/attachment.html


Mais detalhes sobre a lista de discussão cevbasq

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.