[cevbasq] Nenê mantém a escrita: "não foi bem isso que eu disse"

Carlos Alex Soares carlosalex em brturbo.com.br
Sexta Março 11 20:29:00 BRT 2005


Pessoal,

ontem o Oscar me surpreendeu. Posição firme e com visão na melhoria do basquete. Mais que isso, com humildade suficiente para assumir as coisas que não sabe e que precisará de mais apoio. E não está sendo contra ninguém e sim a favor do basquete. Merece apoio.

Já a declaração de hoje (abaixo) do Nenê é de chorar. Assumir que não joga por lesão e mudar a entrevista - e não desmentir um diz-que-me-disse - é de um primarismo... Era melhor ficar de boca fechada. Tem que falar o que pensa e assumir. Hoje ele é a unânimidade e precisa assumir a postura de um líder, capaz de representar seus colegas e nosso país. Leiam abaixo...

Fico na escuta...


Carlos Alex Martins Soares
Administrador da CEVBASQ
http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=7
Visite o Portal da CAPES --> http://periodicos.capes.gov.br 
Pelotas-RS
carlosalex em brturbo.com.br
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-


http://www.superesportes.com.br/
      Nenê confirma que não joga mais pela seleção este ano (11/03) 
      Gazeta Press 

      O discurso mudou um pouco, mas a posição do ala/pivô Nenê em relação a sua presença na seleção brasileira neste ano não. Com a repercussão de sua entrevista à ESPN Brasil, o jogador do Denver Nuggets deu uma dourada na pílula, mas confirmou que não deverá defender o país em 2005. Elogiando a evolução da modalidade no Brasil e centrando o foco do trabalho na conquista de uma medalha nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, Nenê lembrou que o progresso deve ser constante e não deixou de cobrar iniciativas. 

      'É um dos meus objetivos ajudar o Brasil não apenas a montar o melhor time, mas a ter a melhor estrutura ao redor do grupo de atletas. Todos os setores do basquete brasileiro, não apenas os jogadores, mas também técnicos e dirigentes, devem se esforçar para evoluir. Só assim poderemos construir um ambiente que não fique restrito, mas que aproveite a abundância de jovens talentos, criando e mantendo um projeto sólido que possa durar para sempre', afirmou. 

      Para sua ausência no grupo neste início de ciclo olímpico, o ala/pivô alegou problemas físicos. 'Infelizmente eu não poderei estar com a seleção neste ano. Esta temporada vem sendo muito difícil para mim porque sofri várias contusões. Meus médicos decidiram que tenho que me recuperar das lesões entre junho e outubro para que possa voltar 100% ainda no segundo semestre. Mesmo assim, eu irei torcer muito para a seleção brasileira e irei ajudá-la da forma que puder. Estou ansioso para voltar a vestir a camisa verde-amarela nas competições futuras'. 

      O presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Gerasime Grego Bozikis, preferiu não polemizar e assumir um tom otimista. 'Vamos torcer pela sua recuperação para que possa defender a seleção brasileira na Copa América - Pré-Mundial de Porto Rico, no próximo mês de agosto. Caso não seja possível, contamos com ele no Campeonato Mundial do Japão, em 2006'. 

      Responsável pelo comando da seleção, o técnico Aluísio Ferreira, o Lula, endossou o foco do trabalho e lamentou a existência de desfalque. 'O grande objetivo do basquete brasileiro é a Olimpíada de Pequim. Até lá temos o Pré-Mundial de Porto Rico (2005), o Mundial do Japão (2006) e os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007). E para essas competições gostaria muito de contar com o grupo completo, mas se um jogador não puder participar por motivo de contusão é claro que vai fazer falta. De qualquer forma, os atletas que estiverem vestindo a camisa do Brasil têm uma missão para ser cumprida'.  



-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.cev.org.br/pipermail/cevbasq/attachments/20050311/626a5a50/attachment.html


Mais detalhes sobre a lista de discussão cevbasq

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.