[cevbasq] CBB fecha porta aos clubes

Bruno Lima bofl em globo.com
Sexta Março 11 15:47:44 BRT 2005


É dolorido, mas como sói acontece em outras modalidades talvez o índice
de reijeição dos amantes do esporte em relação a administração é algo que
chega a casa dos 95% e com o basquete provavelmente não será diferente.
A não ser que os presidentes deixem a conivência de lado, o cabresto pendurado
na árvore e decidam algo visando o menos pior para o esporte, porque para
saber se a mudança vai ser melhor só vendo. Todavia, ficar pior do que está
é algo impossível.
Bruno Lima.

 '>'-- Mensagem Original --
 '>'From: "alcirmf" <alcirmf em terra.com.br>
 '>'To: <"Undisclosed-Recipient:;"@paramonga.terra.com.br>
 '>'Date: Fri, 11 Mar 2005 00:08:26 -0300
 '>'Cc: 
 '>'Subject: [cevbasq] CBB fecha porta aos clubes
 '>'Reply-To: Basquete <cevbasq em listas.cev.org.br>
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'CLIPPING DO BASQUETE
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'
 '>'Ao
 '>'
 '>'Clipping do Basquete,
 '>'
 '>'Se todos os presidentes de federação que realmente amam o basquete brasileiro
 '>'e querem realmente o melhor para ele,  lerem  esta noticia abaixo  veiculada
 '>'no Jornal o Globo e se tiverem assistido ao excelente  programa por
DENTRO
 '>'DO BASQUETE, transmitido nesta data pela ESPN BRASIL, não é possível
que
 '>'depois disto mantenham seus votos na situação e não queiram mudança
para
 '>' o basquete brasileiro.
 '>'
 '>'Hoje o publico do  basquete brasileiro presenciou no programa POR DENTRO
 '>'DO BASQUETE a maior rejeição quanto a forma como o basquete brasileiro
vem
 '>'sendo administrado, não é possível que depois disto tudo existam votos
que
 '>'venham reeleger a situação, pq se isto acontecer será o fim da credibilidade
 '>'do basquete brasileiro e certamente estes que votarem na situação serão
responsabilizados
 '>'por tudo que venha acontecer com o basquete brasileiro no futuro eu
não tenho
 '>'duvida disto.
 '>'
 '>'Fico pessoalmente satisfeito com o apoio que a imprensa começa a dar
para
 '>'que haja mudança na gestão e dos dirigentes do basquete brasileiro,
pois
 '>'certamente obrigará vários presidentes de federação repensarem seus
votos
 '>'pq o momento é muito delicado para o basquete brasileiro, haja visto
as declarações
 '>'que presenciamos de jogadores, ex-jogadores e técnicos, pessoas da maior
 '>'respeitabilidade dentro do basquete não somente nacional mas internacional
 '>'o caso de Oscar, Nenê, Anderson e Helio Rubens.
 '>'
 '>'Vejo esta participação mais efetiva da imprensa como a única forma de
mudarmos
 '>'a situação atual do basquete brasileiro.
 '>'
 '>'Torno a repetir,   não posso crer que diante de tantas evidências da
necessidade
 '>'de mudança possa existir   presidentes  de federação que mantenham o
seu
 '>'voto na situação,  sinceramente não posso conceber.
 '>'
 '>'A hora é de mudança os resultados negativos estão ai para todos vêem,
a cultura
 '>'do esporte tem que parar de votar em pessoas e começar a  votar em propostas
 '>'que garantam a retomada da credibilidade do basquete brasileiro de forma
 '>'interna e externa..
 '>'
 '>'Tenho escrito durante estes anos que não discuto pessoas,  discuto modelos
 '>'de gestão e o atual não esta apresentando resultados nos últimos 8 anos,
 '>'tem um ditado administrativo que diz : quando a mudança de estrutura
não
 '>'esta dando certo é hora de mudar as pessoas de forma a oxigenar as administrações,
 '>'acho que hoje no caso CBB torna-se necessário não somente a mudança
de pessoas
 '>'mais a de estrutura também, s  tornando-a mais leve, ágil, democrática
e
 '>', descentralizada .
 '>'
 '>' Mais uma vez peço aqueles que elegem  o presidente da CBB votem no
melhor
 '>'projeto não é possível que votar mais em pessoas independentes de projetos,se
 '>'algo não vem apresentando resultados durante duas gestões não é possível
 '>'que venha apresentar agora pensem nisto .
 '>'
 '>' Aqui me despeço parabenizando ao excelente trabalho da ESPN através
do programa,
 '>' POR DENTRO DO BASQUETE , demonstrando o quanto se preocupam com a situação
 '>'do basquete brasileiro e quanto procuram através de sua programação
prestigia-lo
 '>'e fortalecê-lo.
 '>'
 '>'Parabens !!! 
 '>'
 '>'Atenciosamente,
 '>'Alcir Magalhães Filho.
 '>'
 '>'      Rio, 10 de março de 2005  Versão impressa 
 '>'     
 '>'     
 '>'      CBB fecha porta aos clubes
 '>'
 '>'      Rogério Daflon
 '>'
 '>'      O presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Gerasime
 '>'Bozikis, radicalizou. Por ofício divulgado na noite de ontem, o dirigente
 '>'informou que não receberia, hoje, representantes de 12 dos 16 clubes
que
 '>'disputam o Campeonato Nacional Masculino de Basquete. As equipes reivindicam
 '>'melhores condições para o torneio. A alegação da CBB é de que os clubes,
 '>'antes do início da competição, concordaram com as condições técnicas
e financeiras
 '>'estabelecidas. 
 '>'
 '>'      Para a entidade, os clubes só queriam tratar de um tema: "Solicitação
 '>'de uma reunião até o dia 10 de março de 2004, para reavaliação das dotações
 '>'financeiras destinadas aos mesmos pela Confederação Brasileira de Basketball,
 '>'pela participação no 16 Campeonato Nacional Masculino de Basquete".

 '>'
 '>'      - É lamentável que a CBB não aceite nem ouvir nem receber os clubes,
 '>'apesar de uma reunião ter sido pedida. A maioria dos clubes enfrenta
sérias
 '>'dificuldades financeiras no Nacional. Prova disso é que 12 dos 16 deles
manifestaram
 '>'interesse no encontro - disse Oscar Schmidt, do Telemar (RJ), que já
reunira
 '>'nove clubes na última quinta-feira, em São Paulo, conforme antecipou
a coluna
 '>'"Panorama Esportivo" do último sábado. 
 '>'
 '>'      Hélio Rubens diz que liga é a solução 
 '>'
 '>'      Os 12 clubes que esperavam ser recebidos hoje pela CBB são Macaé
(RJ),
 '>'Telemar (RJ), Corinthians (SP), Franca (SP), Limeira (SP), Paulistano
(SP),
 '>'Uniara (SP), Londrina (PR), Minas (MG), Joinville (SC), Londrina e São
José
 '>'(PR). 
 '>'
 '>'      A atitude da CBB visa sobretudo a esvaziar o movimento liderado
por
 '>'Oscar. O técnico Hélio Rubens, do Unitri/Uberlândia (MG), acha que o
fato
 '>'pode levar os clubes a fundar sua própria liga. 
 '>'
 '>'      - Isso é para os clubes aprenderem que são eles que têm de organizar
 '>'o campeonato, como acontece no mundo todo. A organização do torneio
não é
 '>'atribuição da CBB, que deveria cuidar somente das seleções brasileiras.
Os
 '>'clubes, e não a CBB, deveriam negociar a transmissão dos jogos pela
TV e
 '>'gerir o próprio torneio. Mas ficam mendigando a ajuda da CBB. 
 '>'
 '>'      Hélio Rubens, porém, afirmou que não é contra o movimento. 
 '>'
 '>'      - Pode ser a semente de uma mudança maior. A lei permite que os
clubes
 '>'fundem sua liga, organizem suas competições, em comum acordo com a CBB
-
 '>'lembrou. 
 '>'
 '>'      Alguns técnicos preferem se ater às condições. Para Flávio Davis,
do
 '>'Minas (MG), a competição perde em nível técnico com as longas viagens
de
 '>'ônibus, o principal gasto das equipes. A maioria delas não tem recursos
para
 '>'viajar de avião. 
 '>'
 '>'      - Os jogadores ficam exaustos. De sexta-feira para sábado, gastamos
 '>'13 horas, de Belo Horizonte ao Rio, porque o ônibus quebrou. Jogamos
com
 '>'o Paulistano, na segunda-feira, e, na terça, viajamos para Limeira (SP),
 '>'para jogar com o time local - reclamou Davis. 
 '>'
 '>'      Para o treinador do Minas, os jogos deveriam ser mais espaçados,
para
 '>'que os atletas possam se recuperar fisicamente. Ontem, o ônibus do COC/Ribeirão
 '>'Preto (SP), que horas depois enfrentaria a Liga Macaense (RJ), enguiçou
na
 '>'estrada. Mas para o presidente da Liga Macaense, José Domingues, o problema
 '>'não está no motor do coletivo: 
 '>'
 '>'      - Dos R$ 90 mil do orçamento, R$ 70 mil são para salários. 
 '>'
 '>'
 '>'Anexo: bola_giratoria.gif
 '>'
 '>'
 '>'Anexo: 1x1.gif
 '>'
 '>'Receba(quinzenalmente) as novidades do CEV  http://www.cev.org.br/br/novidades/
 '>'
 '>'_______________________________________________
 '>'Acesse o Basquete Brasil http://www.basquetebrasil.org.br
 '>'
 '>'Lista cevbasq Adm: carlos.alex em cev.org.br
 '>'rodrigo em cev.org.br
 '>'
 '>'SAIR DA LISTA/OUTRAS OPÇÕES
 '>'http://www.cev.org.br/br/listas/listas.asp?cd_lista=7





Mais detalhes sobre a lista de discussão cevbasq

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.