[Cevbasq-L] Re: [MktSports] Situação difícil

To: mktsports@xxxxxxxxxxxxx
Subject: [Cevbasq-L] Re: [MktSports] Situação difícil
From: alcir magalhaes <alcirmf@xxxxxxxxxxxx>
Date: Thu, 24 May 2001 15:56:21 -0300 (ART)
Leonardo,
Concordo plenamente quando vc diz que o nome ESPORTE
AMADOR esta errado o nome certo é ESPORTE ARMADOR
!!!!!!!!!! , todo dia lemos na imprensa que os
jogadores do Volei ,basquete etc estão com salários
atrasados pelos mais variados motivos , em sã
consciência como um atleta profissional pode ter
concentração em um jogo quando ele e a família estão
em situação financeira difícil , muitas vezes
dilapidando o patrimônio que ele construiu durante
anos de trabalho ,se considerarmos que a vida no
esporte é curta, de uma hora para outra vê tudo o que
conseguiu indo pelo ralo pela irresponsabilidade de
pessoas que dirigem o esporte de alto nível de forma
irresponsável,logico que existe exceções.
Só para ter uma ideia os clubes estão
"profissionalizando " atletas cada ano com menos idade
,basta ver que temos locais com jovens na categoria
infantil recebendo salários fora da realidade e nosso
país é só pesquisar.
Sem ser lúdico esporte amador foi aquele de nossos
pais ,avós , onde o atleta começava e terminava a
carreira no mesmo clube ,hoje no mundo globalizado que
vivemos isto acabou , o atleta hoje o único vinculo
que tem é com dinheiro e não estão errados , pq na sua
maioria vem de classes sociais inferiores , deixam de
estudar para fazer esporte pq sonham com a ascensão
social , casa própria ,carrões etc quando não consegue
um lugar ao sol como jogador se vê na encruzilhada da
vida ,sem emprego ,sem profissão e sem estudo e ai
para onde vão ? se na maioria dos casos não tiveram
qualquer orientação quando jovens por parte dos
técnicos e dirigentes dos clubes por onde passaram
realmente é uma tristeza e uma preocupação que todos
temos que ter , governo,clubes,educadores etc.
Outro item que concordo com vc é que o esporte
realmente socializa não um homem mais uma nação ,basta
avaliarmos os países desenvolvidos do primeiro mundo ,
os seus governos possuem uma política muito bem
definida para o esporte , o Nuzman numa entrevista não
me lembro quanto mostrou quando foi investido por
esses países no esporte e quanto o Brasil investiu
para formar sua equipe para olimpíada de Sidney.
Quanto ao investimento em vilas olímpicas ,conheço
dois projetos maravilhosos o das favelas da Mangueira
e Rocinha , no Rio de Janeiro que são tocado por
pessoas serias apesar das dificuldades ,inclusive tem
fornecido vários atletas para as varias seleções do
país .
Minha percepção diante do cenário atual , estamos
longe de sermos uma potência olímpica , não vislumbro
isso dentro dos próximos 20 anos , se permanecer a
política atual existente no Brasil.
Quando vc fala que nosso país é do terceiro mundo
,certa vez em um programa de televisão se não me
engano na ESPN Brasil, que tratava o assunto
olimpíada em Atenas , o que me chamou a atenção foi
que um dos participantes da mesa tinha chegado de
Atenas e disse "QUE UM PAÍS PARA SEDIAR UMA OLIMPÍADA
E OBTER BONS RESULTADOS PRECISAVA SER PRIMEIRO UMA
NAÇÃO E QUE ESTÁVAMOS LONGE DISSO E DISSE MAIS QUE SE
ESTÁVAMOS NESSA SITUAÇÃO PQ NÃO HAVIA COMPROMETIMENTO
DO POVO NOS VÁRIOS SEGMENTOS QUE FAZEM COM QUE UM
PAÍS SEJA UMA NAÇÃO " fica este pensamento para todos
refletirem e avaliarem em função a situação de caos
que nosso esporte se encontra também não são palavras
minhas são do relatório do COB.
O Nuzman , alem de o respeitar , reputo como um dos
executivos mais competentes dentro do esporte , que já
vi ,basta avaliarmos a semente que ele plantou no
Volei a anos e os resultados atuais ,será que isto
aconteceu nos outros esportes ?fica também para
reflexão de todos .
Outra atitude que achei de extrema coragem e
competência foi a forma como mostrou a situação que
o esporte nacional se encontrava ,caótica.
Mostrando que ao governo que o teatrinho do esporte
nacional tinha acabado ou o governo investia e
elaborava uma política de esporte seria ou na próxima
olimpíada , não adiantava ficarmos com sonhos de
resultados e sem eles como é de praxe em nosso país
para justificar a incompetência começa a caça de
culpados e não é por ai se queremos que o esporte do
nosso país desenvolva como nos grandes centros .
No meu entender o fracasso do Brasil passa pela falta
de uma política de esporte aliada a um planejamento de
medio para longo prazo para o esporte brasileiro , e o
inicial para tudo isto seria juntar pessoas da
competência do Nuzman ,Prof.Manoel Tubino e outros
para que o espaço de alto rendimento do país seja
repensado para o terceiro milênio.
Outro ponto fraco dentro do esporte nacional é a
instabilidade que os clubes impõem aos seus atletas ,
com atraso nos salários ,ameaças de que terminarão ao 
fim da temporada , em sã consciência qual o atleta que
pode produzir e fazer com que o espetáculo chamado
esporte seja atraente ao publico e patrocinadores me
digam? 
Se somarmos a isto tudo a falta de planejamento que
impera na maioria dos clubes, ficará difícil por mais
que o Nuzman seja competente sair do outro lado
,concordam? 
O meu sentimento pessoal é que se o esporte não for
repensado em nosso país o mais urgente possível em
todo o seu seguimento ,ficará difícil resultados
positivos e ai repito começa a caça de culpados para
justificar o erro que no meu ver é estrutural dentro
do esporte como um todo.
Alcir 
******************************************************
--- leonardobraganca@xxxxxxxxxx escreveu: > Liliana
> 
> Conheço um pouco do trabalho de sua empresa, mas não
> na parte de Mkt Esportivo e sim do projeto que foi
> feito para o Forum de Ipanema, muito legal mesmo.
> 
> O esporte amador já está errado a partir do nome...
> 
> Que tal esporte olímpico ??? Me desculpem os que não
> concordam que o nome pode atrapalhar o
> desenvolvimento de um projeto. Muito melhor sua
> empresa montar um projeto para o esporte olímpico do
> que para o esporte amador, apesar de serem a mesma
> coisa.
> 
> O esporte socializa o homem, dá uma esperança ao
> jovem da periferia, que é atraído pelo tráfico de
> drogas...
> 
> O investimento em vilas olímpicas seria o primeiro
> passo para a realização de um grande sonho.
> 
> Já era esperado que não seríamos potencia olímpica
> em 2004, aquilo foi papo pra fazer marketing pra
> fracassada "Rio 2004".
> 
> Citaram o caso de Barcelona, de Sydney, só
> esqueceram que o Brasil é um país de terceiro mundo.
> Aliás é mania do brasileiro esquecer disso.
> 
> Acho o Nuzman uma pessoa firme, confiável. De quem é
> a culpa pelo fracasso do Brasil em 2000?
> 
> Não é só dele, é do governo que não investe nada nos
> esportes, é dos clubes, cada vez mais mal
> administrados e acabando com a revelação de novos
> talentos...
> 
> Já viram isso ? O clube paga uma fortuna por um
> time, ganha um campeonato e desmonta ele todinho,
> porque não tem como pagar tanto por mais tempo. 
> 
> E os novos talentos ? A renovação ???
> 
> Nuzman é uma pessoa brilhante, sozinho ele não irá
> fazer nada...
> 
> Abraços
> Leonardo Bragança
> GOL! Marketing Esportivo
> 
> 
> -----------------------------------------
> Grupos.com.br - A vida acontece em grupos
> 
_______________________________________________________________________________________________
Yahoo! GeoCities
Tenha seu lugar na Web. Construa hoje mesmo sua home page no Yahoo! GeoCites. É 
fácil e grátis!
http://br.geocities.yahoo.com/
<Anterior em Tópico] Tópico Atual [Próximo em Tópico>

© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.